quinta-feira, 20 de agosto de 2009

A GRIPE A (H1N1) NA ALFABETIZAÇÃO







Podemos complementar a aula com atividades como estas feitas pelaprofessora Adilea do blog
http://www.misturadealegria.blogspot.com/





















Encontrei este plano de aula no blog da Professora Ana Paula e achei interessante para trabalharmos com as séries iniciais .
A GRIPE A EM SALA DE AULA
Um plano de aula completo para informar e alfabetizar a criançada.

Alguns podem achar o texto um pouco complexo para uma turma de 2º ano, e muito mais para os menores. Mas as atividades podem ser adaptadas e o texto simplicado e até substituído por outro. O importante é sempre utilizar um texto para desenvolver o trabalho com os fonemas/ grafemas. NUNCA SE ESQUEÇAM DISSO!
Eu fiz a aula pensando em meus alunos:, alguns ainda não leem e outras já dominam o assunto. Então existe atividade para todos. Só que tem uma coisa: todos tem que fazer os exercícios propostos, mesmo que seja fácil ou díficil demais. Não consigo ministrar uma aula (e acho errado) onde as atividades são diferenciadas. É tudo junto e misturado!!

Alguns ítens que serão necessários para a aula:
- texto impresso, um para cada aluno;
- papel - cartaz ou data show ou retroprojetor com o texto;
- varinha de condão para a leitura apontada (ver post);
- alfabeto móvel individual ou em duplas;
- tarjetas de papel (8cm x 3cm);
- revistas e jornais para recorte;
- papel cartaz para confecção de painel;
- tesouras, colas, giz e assim vai...

Áreas do conhecimento contempladas: Língua Portuguesa, Ciências e Geografia.

PLANO DE AULA GRIPE A (H1N1)


1 - Ler o título do texto e deixar que os alunos tirem conclusão do que sabem sobre a Gripe Suína, eles vão querer falar bastante. Então vá anotando no quadro o que achar relevante.

2 - Apresentar o texto em cartaz, retroprojetor ou data show. Ler com ritmo, fluência e entonação e comparar seu teor e estrutura com os outras tipologias já estudadas anteriormente.

3 - Comparar as informações que eles já sabiam previamente com as do texto.

4 - Não esquecer de esclarecer palavras que eles não conheçam, também é interessante ter um mapa ou o globo terrestre para localizar os países citados no texto. As palavras que as crianças podem apresentar dificuldade quanto ao significado estão grifadas.

5 - Encaminhar a discussão para que fiquem evidenciadas as características do texto informativo.
Chame a atenção dos alunos para o suporte (portador) do texto, questionando que a finalidade dos jornais, revistas e da internet, além das diferenças e semelhanças.

6 - Proceder a leitura apontada, a varinha mágica é de grande utilidade para os pequenos, relacionar o título ao tema do texto.

7 - Enfatizar a função do título: sintetizar o texto, despertar a curiosidade do leitor e convidá-lo à leitura.

8 - Solicitar a pintura do título, comentar sobre a posição na extensão da linha (centralização).

9 - Destacar no título a palavra GRIPE e pedir que os alunos a procurem no corpo do texto.

10 - Propor o levantamento de hipóteses sobre a palavra subsequente à palavra GRIPE: qual é, o que pode significar, onde mais posso usar essa palavra. Ex: carne suína, lingüiça suína.

11 - Propor a discussão do motivo da Gripe A H1 N1 ser chamada de gripe suína.

12 - Pedir que destaquem no texto a palavra Influenza e explicar que este é o nome científico para qualquer tipo de gripe.

13 - Solicitar que circulem de azul o parágrafo que apresenta os sintomas da gripe A. Solicitar que reescrevam no caderno os sintomas. Reler

14 - Circular de vermelho o parágrafo que apresenta as formas de contaminação. Reler

15 - Solicitar que copiem a frase “A doença é transmitida de pessoa para pessoa como a gripe comum.” em tarjetas de papel. Pedir que contem os espaços entre as palavras e o número de palavras.

16 - Peça que separem em sílaba a palavra GRIPE e DOENÇA. Enfatize os som de cada sílaba, fazendo correspondência com palavras já conhecidas pelos alunos. Leia várias vezes as palavras GRIPE e DOENÇA e as relacionadas com as sílabas.

17 - Enfatizar o Ç e o som que produz na palavra, pedir que procurem no texto outras palavras que possuam esse sinal gráfico e para os alunos que já sabem escrever, solicitar que relatem outras palavras que conheçam. Escrever no caderno.

18 - Vá ao último parágrafo e leia a primeira frase, peça que os alunos circulem a palavra SÃO, enfatize o acento til, peça que as crianças falem em voz alta a palavra, para perceberem a diferença no som do A (anasalado) com este acento.

19 - Com o auxílio do alfabeto móvel solicitar que as crianças montem a palavra SÃO e troquem a letra inicial pela inicial do nome de algum colega. Incentive-os a tentar ler a palavra.

20 - Caso eles tentem colocar alguma letra impossível de ser lida na frase, faça-os refletir que nem sempre é possível formar uma palavra que tenha sentido com este tipo de troca. Por isso é importante saber o que se quer escrever e selecionar com critério a letra que vai utilizar.
21 - Apresente as palavras do texto que começam com S: SUÍNA e SAÚDE. Chame a atenção para o som. Comente o fato de a letra S poder representar mais de um som, exemplificando com os nomes dos alunos da classe, se possível.
22 - Confeccione um painel para a fixação de palavras, recortadas de jornais e revistas, em que apareçam os diferentes sons da letra S. Você pode pedir que as crianças em vez de recortarem das revistas, escrevam em tarjetas em um tamanho bem visível. Leia várias vezes.

Você pode complementar a aula com leitura de cartazes e folders sobre a Gripe A, além de vídeos educativos encontrados no Youtube.
Ana Paula Ruggini Zarpelon
Este é o texto para estudo


SAIBA MAIS SOBRE A GRIPE SUÍNA

SEGUNDO A OMS (ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE), A GRIPE SUÍNA É CAUSADA PELO VÍRUS INFLUENZA A (H1N1) QUE NÃO HAVIA CIRCULADO ANTES ENTRE SERES HUMANOS. NÃO HÁ INFORMAÇÕES DE PESSOAS QUE FORAM INFECTADAS PELO VÍRUS AO TER CONTATO COM PORCOS OU OUTROS ANIMAIS, E NÃO SE SABE QUAL A LOCALIDADE DE ORIGEM DO VÍRUS.
O INFLUENZA A DA GRIPE SUÍNA JÁ SE ESPALHOU POR TODAS AS REGIÕES DO MUNDO, ATINGINDO PRINCIPALMENTE A AMÉRICA DO NORTE. OS ESTADOS UNIDOS CONCENTRAM O MAIOR NÚMERO DE CASOS E DE MORTES, SEGUIDO PELO MÉXICO --CONSIDERADO O EPICENTRO DA DOENÇA.
A DOENÇA É TRANSMITIDA DE PESSOA PARA PESSOA COMO A GRIPE COMUM. PODE SER CONTRAÍDA PELA EXPOSIÇÃO A GOTÍCULAS INFECTADAS EXPELIDAS POR TOSSE OU ESPIRROS, E TAMBÉM POR CONTATO COM MÃOS E SUPERFÍCIES CONTAMINADAS. UMA PESSOA QUE AINDA NÃO APRESENTE OS SINTOMAS, MAS TENHA O VÍRUS PODE TRANSMITIR A DOENÇA.
OS SINTOMAS EM HUMANOS SÃO PARECIDOS COM OS DA GRIPE COMUM E INCLUEM FEBRE ACIMA DE 38°C, FALTA DE APETITE E TOSSE. ALGUMAS PESSOAS COM A GRIPE SUÍNA TAMBÉM RELATARAM TER APRESENTADO CATARRO, DOR DE GARGANTA E NÁUSEA.
FONTE: FOLHA ONLINE – 17/05/2009


2 comentários:

  1. hola! Eu realmente gostei deste blog

    ResponderExcluir
  2. thanks for the info, it helped me to do activities in the classroom of Soft Cialis School, to get children to learn how to prevent swine flu, a very practical and easy way

    ResponderExcluir